BEM-VINDO AO NEX

Núcleo de Extensão

Vinculado à Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, conforme previsto no Regimento da USU, o Núcleo de Extensão (NEX), é o órgão que coordena o Programa de Extensão da Universidade Santa Úrsula

As atividades de extensão com validade institucional devem ser atreladas e acompanhadas pelo NEX e devem buscar instigar na comunidade acadêmica o interesse pelo papel ativo e parceiro da universidade na sociedade em que está inserida. A prática da responsabilidade social deve ser a tônica, de modo que o conhecimento adquirido possa ser compartilhado com a comunidade colaborando com ela com vistas à superação de desafios e à geração de novos conhecimentos.

Seu foco é em ações que produzam novos conhecimentos e promovam a abertura de um espaço para o diálogo entre a comunidade acadêmica e a sociedade da forma mais ampla. Ações comprometidas com o desenvolvimento regional e a transformação social para a melhoria da vida das pessoas.

Com base nesse conceito, a Universidade Santa Úrsula desenvolve atividades de extensão sempre na perspectiva de promover o aperfeiçoamento da formação acadêmica, tecnológica e cultural, valorizando o espírito de empreendedorismo, bem como do fortalecimento de seu papel e interação com a comunidade. As ações partem, por suposto, de sua comunidade circunvizinha, todavia, dada a diversidade de origem, residência e mesmo de interesse de sua ampla comunidade acadêmica, ela se estende às vezes para bem distante de sua sede, através de atividades organizadas por ursulinas e ursulinos.

Ainda, no ambiente da Extensão, a USU, por meio de seus alunos, professores e colaboradores, desenvolve atividades junto a entidades que atuam, sobretudo na região metropolitana do Rio de Janeiro. Seja vinculando-se a projetos existentes, seja levando propostas elaboradas em nosso meio. Estando presente, assim, junto a diferentes organizações e corporações com preocupação ambiental, social e cultural, bem como junto aos órgãos da administração pública em todas as esferas da União nos esforços que demandam apoio da sociedade civil e em especial da academia. Ao ficar sempre atenta a tais agenda, o faz objetivando sempre colaborar com o desenvolvimento das áreas e comunidades em que está presente, privilegiando o bem-estar social sustentável e a inclusão.

Missão

O Núcleo de Extensão da Universidade Santa Úrsula, tendo o humanismo, a ética e a responsabilidade social como valores essenciais, visa promover ações de extensão, produzir e socializar conhecimentos, por intermédio de um profundo diálogo com a sociedade, fortalecendo o elo entre a vocação técnico-científica humanizada, responsável e o compromisso social, contribuindo assim com a percepção à novos problemas e à solução destes.

Portal do Egresso

O objetivo do portal é manter um vínculo contínuo com todos aqueles que aqui estudaram, a fim de conhecer as ações bem-sucedidas e as dificuldades encontradas no processo de formação acadêmica e acompanhá-lo, enquanto profissional, na inserção no mercado de trabalho e apresentar respostas às demandas de formação continuada que nos forem dirigidas. Saiba mais clicando aqui.

Banco de Talentos

O Banco de Talentos objetiva identificar o potencial intelectual e profissional dos colaboradores, bem como a intenção destes quanto à criação/desenvolvimento de atividades de extensão. O Banco, também, possibilita aos gestores conhecimento do potencial humano, das competências e habilidades, da formação acadêmica e da experiência profissional dos colaboradores da Universidade Santa Úrsula. Saiba mais!

POLÍTICAS DE EXTENSÃO

O ambiente universitário tem como um dos seus pilares a indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão. Assim, o desenvolvimento das Políticas voltadas para o desenvolvimento institucional da Extensão na Universidade Santa Úrsula está articulado com o Ensino e a Pesquisa na forma de oferecer um ensino que prepare para a intervenção profissional que conte com o saber sistematizado e a saudável correlação entre teoria e prática.

A Extensão Universitária é um dos elos de formação do discente, na formação profissional docente e no oferecimento de serviços à sociedade brasileira. O Projeto político pedagógico concebe à Extensão como um dos momentos em que o diálogo com a sociedade e seus diferentes grupos sociais e econômicos tem uma grande possibilidade: o da articulação dos conhecimentos sistematizados com respeito à diferença e o desenvolvimento para a igualdade de oportunidades. Quer se contribuir com os graves problemas da sociedade brasileira moderna – cada vez mais urbana e idosa –, em relação ao acesso aos serviços básicos de saúde, educação e cidadania.

São estes os objetivos:

  • Propor a sistematização das atividades extensionistas, em acordo com Plano de Desenvolvimento Institucional;
  • Orientar a construção de conhecimentos aplicáveis à formação profissional, ao desenvolvimento regional e ao serviço comunitário e acadêmico;
  • Contribuir para a construção do pensamento crítico e do rigor científico por meio da extensão comunitária e entre os diversos elementos da comunidade acadêmica fortalecendo a necessária correlação teoria e prática;
  • Orientar a formação de grupos interdisciplinares na proposição de ações extensionistas, que congreguem docentes e discentes, a partir das linhas de pesquisa priorizadas pelos órgãos da Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão.

MODALIDADE DE EXTENSÃO

As ações de extensão da USU estão alinhadas à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), à Política Nacional de Extensão Universitária, ao PDI da USU, assim como ao Regimento e demais Regulamentações específicas da própria Instituição. São desenvolvidas sob a forma de Programas, Projetos, Cursos, Eventos, Prestação de Serviços, Publicações e outros produtos acadêmicos:

  1. Programas: conjunto de projetos de extensão, de caráter orgânico-institucional, que possua clareza de diretrizes e esteja orientado a um objetivo comum em ação a ser desenvolvida a médio e longo prazo;
  2. Projetos: ação processual e contínua, de caráter educativo, social, científico ou tecnológico com objetivo específico, a ser desenvolvida a curto e médio prazo;

iii.  Cursos: conjunto articulado de ações pedagógicas, de caráter teórico e/ou prático, ações estas planejadas e organizadas de modo sistemático, com carga horária mínima de 2 horas e critérios de avaliação definidos. Podem abarcar cursos de iniciação, aperfeiçoamento, atualização ou qualificação profissional, dentre outros. Podem ser pagos ou não pagos;

  1. Eventos: apresentação e exibição pública e livre ou também com clientela específica, do conhecimento ou produto cultural, científico e tecnológico desenvolvido, conservado ou reconhecido pela universidade. Inclui: congresso, seminário, encontro, conferência, ciclo de debates, exposição, espetáculo, festival, evento esportivo, entre outros;
  2. Prestação de serviços: realização de trabalho oferecido pela IES ou contratado por terceiros (comunidade e/ou empresas), incluindo assessorias, estágios, consultorias, cooperação interinstitucional e/ou internacional. Ressalta-se que a prestação de serviços na IES deve considerar sempre o caráter pedagógico de sua ação, eliminando a possibilidade de substituir o Estado em suas funções e de transformar-se em uma agência de venda de serviços;
  3. Publicações e outros produtos acadêmicos: produção de publicações e de produtos acadêmicos decorrentes das ações de extensão para difusão e divulgação cultural, científica ou tecnológica, tais como cartilhas, vídeos, filmes, softwares, anais, revistas, livros, CDs, entre outros.

ÁREAS TEMÁTICAS

Conforme as diretrizes da Política Nacional de Extensão Universitária, a extensão é balizada por eixos e áreas temáticas, sendo esta última responsável por nortear a sistematização das ações extensionistas da USU em oito grandes áreas-foco de política social emancipadora:

  • Comunicação;
  • Cultura;
  • Direitos Humanos e Justiça;
  • Educação;
  • Meio Ambiente;
  • Saúde;
  • Tecnologia e Produção;


As linhas de atuação da extensão universitária da USU a partir das áreas são:

  • Preservação e sustentabilidade do meio ambiente;
  • Ampliação da oferta e melhoria da qualidade da educação básica;
  • Melhoria da saúde e da qualidade de vida da população;
  • Dedicação à escuta, atendimento e acolhimento de crianças, adolescentes e idosos;
  • Compromisso com soluções urbanísticas e fundiárias que deem segurança e qualidade de vida ao cidadão;
  • Promoção do desenvolvimento cultural, em especial, a produção e preservação de bens simbólicos e o ensino das artes;
  • Ampliação e fortalecimento das ações de democratização da ciência;
  • Formação de mão-de-obra qualificação para o trabalho, com foco no empreendedorismo e na reorientação profissional e capacitação de gestores.

PROJETOS INSTITUCIONAIS

  • Pré-Vestibular Comunitário
  • Empresa Jr. Social
  • Bem-Viver
  • USU Solidária
  • Atlética
  • NPJ
  • SPA
  • Clínica USU

  • Morro Azul
  • Arrecadação de Alimentos

SIREX – Sistema de Registros de Atividades de Extensão

A Coordenação de Extensão da Universidade Santa Úrsula – NEX, é constituída por um conjunto de atividades-fim, integrado ao ensino e à pesquisa, que reflete e refrata as demandas e os desafios postos à Extensão na sociedade atual, cujas transformações permanentes suscitam uma postura e um papel estratégico no desenvolvimento social e econômico. A centralidade da Extensão está em ser produtora e socializadora de conhecimentos mediante profundo diálogo com a sociedade.

 

PROFESSOR CADASTRE AQUI O SEU PROJETO DE EXTENSÃO

As atividades extensionistas desenvolvidas pelo NEX possuem caráter comunitário e expressam o compromisso e a responsabilidade social da Universidade Santa Úrsula com o desenvolvimento profissional e pessoal da comunidade acadêmica e da sociedade como um todo. São movimentos que materializam ações afirmativas de formação cidadã e humanista, de inclusão social, visando o desenvolvimento integral do ser humano.

A atividades de extensão são propostas e elaborados a partir da reflexão sobre o trabalho cotidiano e coletivo de professores, técnicos e alunos da IES e pretendem se configurar como mais um espaço para reflexão e tomadas de atitude na dinâmica acadêmica. Originam-se, pois, da prática teorizada e à prática retorna, representando um importante passo na institucionalização da Extensão, enquanto atividade-fim acadêmica, tal como preconiza o Plano Pedagógico Institucional (PPI).